27
Fev 08

Eu tenho um habito todos os dias gosto de ler o jornal e ver as noticias pelo menos uma vez por dia. Desde pequena que oiço o meu pai a dizer para se ser algum na vida tem que ser ver a vida e o mundo e o que esta a acontecer nele porque vendo é aprendendo. O jornal fala de coisas que acontecem em todo o mundo as engraçadas, as parvas, as chocantes e as horripilantes. Esta semana tenho lido uma historia de um orfanato em Inglaterra uma coisa que não vem nas noticias da Tv. pois é chocante de mais ou horripilante como queiram pois eu vou contar porque ate acho importante nos vermos o que temos a nossa volta …

1960… Mais ou menos havia um orfanato em Inglaterra nos cá pensamos que as crianças ate estão bem lá, vejam isto palavras chaves, homicídio, assedio sexual bebedeira, vala comum, pedófilo… já tem uma ideia pois então é assim em 1960 mais ou menos havia este orfanato em Inglaterra pois lá como muitos outros havia varias crianças e “monitores”. Estes monitores que supostamente viviam na época de amor e paz não tinham lá muito disso. Enquanto os inocentes dormiam, eles jogavam as cartas as apostas eram as crianças, eles bebiam ate se saciarem e depois iam aos quartos reclamar os seus prémios. Arrancavam os inocentes das camas tanto faz rapaz ou rapariga a idade era indiferente, qualquer um serve, levavam os inocentes para um cave onde drogavam, violavam, torturavam e matavam, era consoante o gosta do “monitor”ou melhor predador. Os inocentes que sobreviviam a essa noite ficavam aptos para mais, noutras noites ate morrerem ou saírem do orfanato, os restantes ou melhor os mortos eram enterrados na cave numa vala comum … agora como eram “monitores” e ate gostavam das crianças… de vez enquanto traziam prendas mas claro envenenadas pois nos natais traziam o pai natal, era uma pessoa supostamente de bom coração e que adorava crianças e não lhes queria mal, então era nada mais nada menos que um dos maiores predadores de crianças da época um pedófilo… lá amar as crianças amava mas ela não tinham escolha do seu amor por elas. Isto tudo claro entre amigos. Ninguém sobe de nada até esta semana. Os sobreviventes inocentes que há anos falavam disto tentando denunciar eram ignorados e riam-se deles agora são heróis. Pois não sei bem do que para mim são vitimas. Os 40 cadáveres que já foram encontrados têm descanso finalmente. Os que estão na vala comum deus só sabe quantos… ainda o vão ter. A justiça pois é lenta vamos lá ver se os “monitores” pagam ou não porquê muitos já estão a empurrar margaridas no jardim das tabletas se calhar nem vale a pena o trabalho judicial é ver para querer como se diz… então ainda acham que as crianças estão bem em orfanatos pois eu penso coitados são rejeitados pelas famílias ou não tem e depois passam por isto. Pensem bem também há isto em Portugal mas se deus quiser nada tão mau como este caso…não seria melhore elas ficarem com quem gosta delas mesmo que não tenham um fortuna no banco ou que seja velhos, solteiros, deficientes, homossexuais, desde que as amem e que as possam cuidar minimamente isto eu digo minimamente é comida, cama e roupa lavada, medico escola etc. o normal sem exagero

Pois não são roupas de marca, um quarto individual e outras tralhas que fazem uma criança feliz e equilibrada, o amor incondicional de uma pessoa pois com isso vem educação, respeito e outros alicerces que criam uma pessoa equilibrada…

publicado por guyan às 12:49

Fevereiro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
21
23

24
25
28


arquivos
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

5 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO